Inovação e Tecnologia

Jovem cria aparelho que carrega telemóvel em segundos

O longo tempo de espera para que a bateria do telemóvel carregue pode estar a chegar ao fim, graças à invenção de Eesha Khare, uma jovem indiana de 18 anos que criou um sistema capaz de carregar uma bateria em apenas 20 segundos.
Versão para impressão
O longo tempo de espera para que a bateria do telemóvel carregue pode estar a chegar ao fim, graças à invenção de Eesha Khare, uma jovem indiana de 18 anos que criou um sistema capaz de carregar uma bateria em apenas 20 segundos.

O aparelho consiste num supercapacitor muito pequeno e flexível, o que permite que seja integrado com facilidade no interior das baterias dos telemóveis.

Este dispositivo tem uma elevada capacidade de armazenamento que permite carregar a bateria do telemóvel em segundos, funcionando como um carregador interno e independente.

O dispositivo de Eesha Khare faz com que o telemóvel tenha mais tempo de autonomia além de reforçar a resistência das baterias convencionais.

Ao contrário dos modelos que hoje conhecemos, que ao fim de cerca de mil ciclos de carregamentos começam a perder potência, este pequeno aparelho pode ser recarregado mais de 10 mil vezes, antes de começar a perder a sua eficácia.

Invenção premiada pela Intel pode ser adaptada aos carros

A invenção desta jovem residente na Califórnia (EUA) garantiu-lhe o prémio Intel Foundation Young Scientist Award, na semana passada, tendo sido distinguida pela sua capacidade de “reconhecer as necessidades cruciais de armazenar energia em dispositivos”.

Segundo o site oficial da multinacional norte-americana Intel, promotora do concurso mundial “Intel International Science and Engineering Fair”, depois da “rápida adaptação aos aparelhos eletrónicos portáteis”, este dispositivo “também tem potencial para ser aplicado a baterias de carros”.

Eesha Khare explicou ao jornal norte-americano NBC News que, por ser flexível, o dispositivo “pode ser usado numa grande variedade de aparelhos”.

A jovem indiana está agora a testar as capacidades da sua invenção e espera poder incorporá-la noutros dispositivos portáteis e em outro tipo de materiais, como roupas e outros tecidos.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub