Ambiente

Jardinagem de guerrilha embeleza espaços públicos

Popularizado em 2004 pelo britânico Richard Reynolds, o movimento da "jardinagem de guerrilha" visa embelezar espaços devolutos através do cultivo de flores e outras plantas. A iniciativa já se estendeu a vários países, incluindo Portugal, que vai ce
Versão para impressão
Popularizado em 2004 pelo britânico Richard Reynolds, o movimento da “jardinagem de guerrilha” visa embelezar espaços devolutos através do cultivo de flores e outras plantas. A iniciativa já se estendeu a vários países, incluindo Portugal, que vai celebrar o Dia Internacional da Guerrilha Girassol, a 01 de maio.

O desafio já foi lançado no Facebook: “Procura no teu caminho habitual ou na tua vizinhança um pedaço de terra pública – um jardim degradado, um canteiro abandonado, ou mesmo um espaço com terra junto a uma árvore”, apelam os organizadores do evento.

Os participantes (718 até ao momento) são convidados a documentar o seu trabalho em imagens, podendo depois partilhá-las com a comunidade, através das redes sociais ou no blogue jardinagemdeguerrilha.blogspot.com.

A organização frisa que os girassóis cultivados devem ser cuidados depois deste do evento: “Se não tiveres cuidado, ao longo do seu crescimento será mais uma planta abandonada e pronta para ser vandalizada ou retirada pelos jardineiros da câmara como uma erva daninha”.

Reynolds, que ajudou a dinamizar um movimento já levado a cabo por artistas e estudantes norte-americanos na década de 1970, já ajudou a construir 28 jardins em Londres nos últimos quatro anos.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub