Sociedade

Japão: Moradores indemnizados por ruído aéreo

Um tribunal do Japão condenou, esta quinta-feira, o governo daquele país a indemnizar cerca de 400 moradores de Okinawa em 369 milhões de ienes (3,2 milhões de euros), devido ao barulho causado pelos voos da polémica base norte-americana de Futenma,
Versão para impressão
Um tribunal do Japão condenou, esta quinta-feira, o governo daquele país a indemnizar cerca de 400 moradores de Okinawa em 369 milhões de ienes (3,2 milhões de euros), devido ao barulho causado pelos voos da polémica base norte-americana de Futenma, situada na região.

Segundo a agência Kyodo, o Supremo Tribunal de Fukuoka aceitou a denúncia interposta por um grupo de 390 residentes em 2002, embora tenha rejeitado proibir os voos militares entre as 19h00 e as 07h00, como solicitavam.

Esta sentença foi anunciada após os litigantes terem apelado de uma decisão emitida em 2008 por um tribunal do distrito, que tinha estabelecido a indemnização em 146 milhões de ienes (1,2 milhões de euros) e também havia rejeitado restringir os voos.

Os residentes vivem nas proximidades da polémica base aérea de Futenma, uma área de 480 hectares com mais de 2 mil militares situada em plena zona urbana da cidade de Ginowan, no arquipélago de Okinawa.

As instalações acolhem inúmeros voos de helicópteros e aviões de carga que passam ruidosamente sobre os telhados das casas que rodeiam o local, e que suportam um nível de barulho entre 75 e 80 decibéis.

A oposição à base de Futenma levou a que o então primeiro-ministro Yukio Hatoyama apresentasse a sua renúncia ao cargo no início de junho, ao ser pressionado pela queda da sua popularidade devido ao incumprimento da sua promessa eleitoral de retirar a base do Japão.

No entanto, está previsto que grande parte das operações da base de Futenma seja transferida para Nago, uma zona menos povoada da mesma ilha de Okinawa, ainda antes de 2014.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório