Ciência

Japão lança sonda para estudar clima de Vénus

O Japão lançou, sexta-feira, com sucesso, um foguetão onde seguia uma sonda dirigida a Vénus que irá estudar o clima e os fenómenos atmosféricos do planeta considerado gémeo da Terra. A bordo do foguetão H-IIA seguia também Ikaros, um "iate espacial"
Versão para impressão
O Japão lançou, sexta-feira, com sucesso, um foguetão onde seguia uma sonda dirigida a Vénus que irá estudar o clima e os fenómenos atmosféricos do planeta considerado gémeo da Terra. A bordo do foguetão H-IIA seguia também Ikaros, um “iate espacial” movido a energia solar, mais cinco satélites lê-se no site da agência espacial japonesa.

Segundo a página da Japan Aerospace Exploration Agency (JAXA), a separação da sonda e do iate solar do foguetão foi bem sucedida.

Akatsuki (Aurora) é o nome da sonda espacial, que pesa cerca de 500 quilos e constitui uma das principais apostas da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, que investiu cerca de 220 milhões de euros neste projeto.




Segundo o cientista Takeshi Imamura, um dos responsáveis pelo projeto, Akatsuki é a primeira sonda espacial que poderá ser considerada como um “satélite meteorológico”, a partir do qual poderão ser determinadas as razões pelas quais os ventos em Vénus sopram a uma velocidade 60 vezes superior à rotação terrestre.

“Akatsuki irá investigar a causa deste misterioso fenómeno. Outro objetivo será estudar a formação de imensas nuvens de ácido sulfúrico que envolvem aquele planeta e detetar os relâmpagos que caem sobre Vénus”, adiantou o cientista.

Esta é a primeira missão de exploração de um planeta realizada pelo Japão desde 1998, altura em que o Instituto de Ciência Espacial lançou um foguetão, batizado com o nome de Nozomi, para explorar Marte.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório