Gastronomia

Itália: Vinhos portugueses conquistam 331 medalhas

O sector vinícola português voltou a brilhar no estrangeiro obtendo, desta vez, 331 medalhas no prestigiado Concurso Mundial de Bruxelas, realizado na Sicília, em Itália.
Versão para impressão
O sector vinícola português volta a brilhar no estrangeiro obtendo, desta vez, 331 medalhas no prestigiado Concurso Mundial de Bruxelas, realizado na Sicília, Itália. Portugal foi o terceiro país com mais medalhas Grande Ouro da competição, obtendo 12 no total.

Portugal esteve presente no Concurso Internacional de Bruxelas com mais de 400 amostras de vinho nacional. No total, a competição contou com cerca de 7 mil vinhos, provenientes de todos os recantos do planeta e Portugal conseguiu, uma vez mais, destacar-se na competição.

Portugal foi, assim, o terceiro país a obter mais distinções máximas no concurso, alcançando o pódio das medalhas Grande Ouro. Em primeiro lugar ficou França, conquistando um total de 17 destas medalhas, seguida de Itália que alcançou 16.

12 vinhos com distinção máxima

Ameias Syrah (2014), Cardeira Reserva (2011), CSL Viosinho (2014), D'Oliveiras (1977), Herdade dos Grous Moon Harvested (2012), Kopke Porto (1941), Kopke Porto (1957), Porta da Calada (2013), Quinta da Sequeira Grande Reserva (2009), Quinta Vale d'Aldeia Grande Reserva Tinto (2011), Raza (2014) e por último, Vale da Raposa Touriga Nacional (2011) foram os 12 vinhos portugueses que mais se destacaram nesta competição, alcançando a medalha Grande Ouro.


Para além destas conquistas, os vinhos nacionais trouxeram, ainda, 107 medalhas de Ouro (de entre 802) e 212 medalhas de prata (de 1.507), provenientes das mais diversas regiões do nosso país, desde o Douro ao Alentejo, culminando em 331 medalhas, no total.

Para ver os resultados da competição clique AQUI.  

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório