Mundo

Itália anuncia plano de restauro para Pompeia

Em resposta a várias críticas da comunidade internacional quanto ao estado de degradação de Pompeia, o ministro italiano da Cultura anunciou um grande plano de restauro para a cidade arrasada pela erupção do vulcão Vesúvio, em 79 d.C.
Versão para impressão
Em resposta a várias críticas da comunidade internacional quanto ao estado de degradação de Pompeia, o ministro italiano da Cultura anunciou um grande plano de restauro para a cidade arrasada pela erupção do vulcão Vesúvio, em 79 d.C.

A propósito da sua primeira visita oficial a Pompeia, Giancarlo Galan disse à imprensa que “numa área arqueológica desta dimensão, é sempre urgente atuar, mas o restauro começa já amanhã [hoje]”, cita a AFP.

De acordo com o governante, serão utilizados scanners a laser para construir um mapa a três dimensões da cidade. O ministério italiano conta com 100 milhões de euros da União Europeia para esta operação de restauro, mas Galan afirmou-se também disposto a negociar com o setor privado.

No passado mês de novembro, a Casa dos Gladiadores ficou destruída em consequência de uma queda de chuva torrencial. Dias depois, registou-se o colapso de um dos muros da cidade.

Esses acontecimentos precipitaram a saída do antigo ministro da Cultura, Sandro Bondi, que foi duramente criticado por não apresentar um plano sólido para a conservação de Pompeia.

Situada a sul da Itália, Pompeia ficou soterrada em cinzas na sequência da erupção do Monte Vesúvio, em 79 a.C. É a mais bem conservada cidade da Antiga Roma e foi declarada Património Mundial pela UNESCO em 1997.

[Notícia sugerida pela utilizadora Teresa Teixeira]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub