Ciência

ISCTE anuncia vencedores de concurso de inovação

Já foram selecionados os quatro projetos vencedores e as quatro menções honrosas do concurso internacional de empreendedorismo e inovação, "Caixa Empreender +", promovido pelo ISCTE em conjunto com o MIT. Os projetos foram selecionados entre 95 candi
Versão para impressão
Já foram selecionados os quatro projetos vencedores e as quatro menções honrosas do concurso internacional de empreendedorismo e inovação, “Caixa Empreender +”, promovido pelo ISCTE em conjunto com o MIT. Os projetos foram selecionados entre 95 candidaturas e mais de 360 participantes.

Para já, as equipas vencedoras vão receber um prémio de cem mil euros que lhes permitirá por em prática os seus modelos de negócio. Os projetos vencedores, em cada uma das áreas a concurso, vão agora disputar o prémio final de até 400 mil euros em apoios financeiros. No total, as equipas irão beneficiar de apoios até 1 milhão de euros.

Além dos apoios financeiros, as quatro equipas finalistas irão beneficiar de outros apoios, como formação específica e coaching através de catalisadores de negócio.

Terão ainda a possibilidade de expor o seu projeto num dos principais eventos do ecossistema empreendedor do MIT, o Ideastream, cuja próxima edição se realizará em Abril de 2011, e de aí angariarem possíveis investidores de primeira linha internacionais.

Na primeira edição, o concurso ISCTE-MIT recebeu um total de 95 candidaturas, sendo que o concurso envolveu mais de 360 participantes. O período de candidaturas decorreu de março a junho deste ano.

Os vencedores, anunciados a semana passada pelo Secretário de Estado do Ministério da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, são os seguintes:

– Na categoria de Ciências da Vida, o projeto vencedor foi o PLUX. A equipa responsável pelo projeto apresentou uma solução de fisioterapia (bioPLUX clinical) que ajudará as pessoas que sofrem de disfunções, libertando-as do recurso diário a clínicas de fisioterapia;

-Na categoria de Sistemas Sustentáveis de Energia e Transporte, a Waynergy, foi o projeto que mais se destacou. Esta equipa concebeu uma solução que aproveita o movimento linear de uma superfície para acionar um dispositivo de tecnologia eletromagnética e assim gerar eletricidade

-Na categoria de Internet e Sistemas de informação, o projeto Bips foi o grande vencedor. Este projeto consiste num sistema de posicionamento em espaços interiores por “bluetooth”, que permite seguir pessoas, traçar rotas, tempos e tendências de modo automático.

-E na categoria de Outros Produtos e Serviços, venceu o projeto Weadapt.eu, que desenvolveu um conjunto de produtos, como vestuário, próteses estéticas e dispositivos de reabilitação, para pessoas com necessidades especiais.

O concurso foi promovido pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, em parceria com o MIT (Massachusetts Institute of Technology), o Deshpande Center for Innovation, a Sloan Business School e a Caixa Capital (Grupo Caixa Geral de Depósitos).

A grande final está agendada para 27 de outubro, pelas 17h00 no ISCTE-IUL.

[Notícia sugerida por Raquel Bâeta e Mª José Oliveira]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório