Sociedade

Irmãos percorrem Portugal em busca de emprego

Dois irmãos portugueses estão a preparar-se para percorrer o país a pé, unindo os extremos norte, litoral e sul de Portugal, numa viagem que pretende ser, em simultâneo, uma descoberta da cultura portuguesa e uma jornada à procura de emprego.
Versão para impressão
Dois irmãos portugueses estão a preparar-se para percorrer o país a pé, unindo os extremos norte, litoral e sul de Portugal, numa viagem que pretende ser, em simultâneo, uma descoberta da cultura portuguesa e uma jornada à procura de emprego. A partida está marcada para 22 de Setembro, em Guimarães, onde se assinalará o quilómetro zero da aventura.
 
O arquiteto Mateus Brandão, de 30 anos, e o seu irmão Cristóvão, de 25, engenheiro químico recém-licenciado, vão passar por mais de 30 localidades numa viagem que durará um total de doze semanas.

De acordo com os dois irmãos, naturais de Santa Maria da Feira, o objetivo é “ir em busca das tradições, património e heróis anónimos do país”, mas há também na base da iniciativa uma recusa em “ficar sentado à espera que surja uma oportunidade de trabalho”.

 
“Quanto mais viajo, mais gosto de Portugal”, confessa Mateus, em comunicado enviado ao Boas Notícias, sublinhando a vontade de “conhecer mais daquilo que nos carateriza enquanto povo”. No entanto, segundo o aventureiro, que, o ano passado, ligou o ponto mais a norte da Europa com o ponto mais a sul de África de comboio, há mais do que isso.
 
“Esta é também uma reação à crise, ao desemprego, a toda esta conjuntura”, destaca o jovem, que diz adorar viajar e vê o seu futuro relacionado com o turismo de aventura. “Sair pelo país a pé, com o meu irmão recém-licenciado, é uma forma de provarmos que, apesar das dificuldades, a nossa cultura e história nos inspiram sempre a lutar”, 
defende. 
 

No próximo sábado, pelas 15.00h, Mateus e Cristóvão partem de Guimarães, capital europeia da cultura. A viagem terá depois início no ponto mais a norte do país, Cevide, em Melgaço, e os dois jovens passarão por locais como Valpaços, Vila Nova de Foz Côa, Alcobaça, Castro Verde, Almodôvar ou Loulé.
 
A jornada termina em Faro, onde os irmãos vão entregar ao Presidente da Câmara Municipal um conjunto de símbolos nacionais recolhidos durante a caminhada. Entretanto, esperam mostrar que vale sempre a pena ir em busca de um futuro melhor sem sair do país, “nem que isso implique passar três meses a entregar currículos a pé por Portugal”, conclui Mateus. 

Clique AQUI para visitar o blog “De Cabo a Cabo” de Mateus Brandão, onde esta aventura será dada a conhecer.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório