Ambiente

Irmãos gorilas abraçam-se após três anos separados

As imagens do reencontro de dois irmãos gorilas no Reino Unido estão a comover o mundo. Kesho e o irmão Alf tinham sido separados há três anos mas voltaram a juntar-se esta semana, celebrando o reencontro com um abraço.
Versão para impressão
As imagens do reencontro de dois irmãos gorilas no Reino Unido estão a comover o mundo. Kesho, de 13 anos, e o irmão Alf, de nove, tinham sido separados há três anos depois de passarem a viver diferentes jardins zoológicos, mas voltaram a juntar-se esta semana, celebrando o reencontro com um abraço, muita alegria e até apertos de “mão”.
 
Os dois primatas nasceram no zoo de Dublin, na Irlanda, mas o mais velho, Kesho, foi enviado para o jardim zoológico de Londres, capital britânica, para integrar um programa de reprodução da espécie onde recebeu elevados níveis de testosterona para combater a infertilidade.

Depois de tornar-se o líder do grupo, o gorila, um silverback de grandes dimensões, foi, esta semana, viver para o Longleat Safari Park, no Reino Unido, regressando para junto do irmão, que entretanto também mudara de casa.
 

“Não tínhamos a certeza de que os irmãos fossem sequer reconhecer-se, mas quando os vimos juntos conseguimos perceber perfeitamente, nos seus olhos, que se lembravam um do outro”, contou Mark Tye, tratador de gorilas na colónia inserida naquele parque, citado pelo Daily Mail.
 
A reação dos gorilas, que partilham 98% do seu ADN com os humanos e se reconhecem mutuamente devido à forma dos seus narizes, surpreendeu e emocionou a equipa. “Estiveram temporariamente em jaulas separadas para ver como reagiam um ao outro. Um dia depois juntámo-los e foi como se nunca estivessem estado afastados”, afirmou Tye.
 
“A partir daí têm estado muito animados, mas sempre sem qualquer agressividade. Se fossem estranhos teria havido muita confrontação e alguma luta.

Porém, o Kesho e o Alf não hesitaram em voltar costas um ao outro, o que é um sinal de confiança”, explicou, concluindo que é importante para o mais jovem “ter um irmão mais velho com o qual aprender” e admitindo a “satisfação” por vê-los juntos.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório