Mundo

Irão liberta turista dos EUA acusada de espionagem

A norte-americana Sarah Shourd foi libertada esta terça-feira depois de 14 meses detida no Irão, acusada de espionagem. Sarah Shourd promete que irá tentar reunir esforços para ajudar os dois amigos que estavam detidos com ela e que permanecem encarc
Versão para impressão
A norte-americana Sarah Shourd foi libertada esta terça-feira depois de 14 meses detida no Irão, acusada de espionagem. Sarah Shourd promete que irá tentar reunir esforços para ajudar os dois amigos que estavam detidos com ela e que permanecem encarcerados.

Sarah Shourd, 32 anos, foi libertada após a promotoria iraniana afirmar que recebeu uma garantia bancária de pagamento de 500 mil dólares da fiança estabelecida para a sua libertação. A norte-americana estava em turismo no território acompanhada por Shane Bauer e Josh Fattal.

 “A minha primeira prioridade é ajudar o meu noivo Shane Bauer e o meu amigo Josh Fattal a obterem a liberdade, porque não merecem continuar na prisão”, disse. ” Depois acho que o meu trabalho de pagar de volta ao mundo o que este fez por mim apenas começou”, afirmou. “Sinto que tenho uma enorme dívida com o mundo pelo que fez por mim!”, sublinhou.
 
Não está no entanto claro se a quantia foi ou será paga. O governo dos EUA nega ter feito qualquer pagamento. O presidente norte-americano, Barack Obama, divulgou um comunicado em que se dizia satisfeito pela libertação e “esperançoso” de que Teerão demonstre “compaixão renovada” e liberte Bauer e Fattal.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório