Mundo

Irão: Condenação por lapidação é suspensa

De acordo com um anúncio feito esta quarta-feira por um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros no Irão, a sentença que condenava Sakineh Mohamadi Ashtiani à morte por lapidação foi suspensa pelas autoridades e vai ser revista, tendo em con
Versão para impressão
De acordo com um anúncio feito esta quarta-feira por um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros no Irão, a sentença que condenava Sakineh Mohamadi Ashtiani à morte por lapidação foi suspensa pelas autoridades e vai ser revista, tendo em conta a atual investigação quanto à acusação do seu envolvimento na morte do marido.

Numa entrevista concedida por telefone ao canal televisivo Press TV, o chefe da diplomacia iraniana afirmou ainda que a pena de morte “está a ser investigada para que o veredicto final possa ser entregue”.

Por outro lado, Vahid Kazemzadeh, responsável da justiça iraniana, negou que Sakineh Astiani tenha sido chicoteada ou mesmo alvo de “maus tratos ou tortura”, acrescentando que a mulher tem sido visitada “todas as semanas pela sua família e filhos”.

Entretanto, a pressão internacional a favor da anulação da condenação de Ashtiani tem vindo a crescer. Recorde-se que, na passada semana, o Vaticano declarou a sua oposição à pena de morte e considerou a lapidação como uma forma “particularmente cruel” de execução.

Sakineh Mohamadi Ashtiani foi inicialmente condenada por adultério, mas as autoridades dirigem agora as suas investigações para a hipótese de homicídio. A televisão iraniana mostraria, já em agosto, imagens em que a iraniana admitia o seu envolvimento no crime – mas cuja confissão é contestada por muitos, que a avaliam como tendo sido forçada.

Apesar da recente suspensão da execução de Ashtiani, as autoridades iranianas jamais manifestaram um recuo definitivo na sentença de morte, mesmo se o método de execução possa vir a ser mudado do apedrejamento para o enforcamento.

[Notícia sugerida pelo utilizador Nuno Pinho Santos]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório