Sociedade

Investigador português premiado nos EUA

Um investigador do Centro Algoritmi da Universidade do Minho foi premiado nos EUA, pelo projeto que está a desenvolver na área da saúde e da tecnologia. Pedro Anacleto está a trabalhar em antenas para micro aparelhos médicos implantáveis em órgãos do
Versão para impressão
Um investigador do Centro Algoritmi da Universidade do Minho foi premiado nos EUA, pelo projeto que está a desenvolver na área da saúde e da tecnologia. Pedro Anacleto está a trabalhar em antenas para micro aparelhos médicos implantáveis em órgãos do corpo humano. 
 
A investigação é pioneira no país e permitirá ao paciente e ao médico terem acesso imediato a parâmetros fisiológicos e cardíacos, através do telemóvel ou do computador. Pelo seu caráter inovador, as micro antenas do português foram recentemente distinguidas com o prémio de Melhor Poster no simpósio internacional 'Micrsystems Technology: Fulfilling the Promise', em Gaithersburg, nos EUA. 
 

Os dispositivos cabem num cubo com 0.5 milímetros de aresta e “poderão ser integradas no sistema de comunicação entre o aparelho médico implantado e um outro dispositivo externo com capacidade para receber sinais de radiofrequência”, explica o investigador.
 
Os dados recolhidos serão, depois, automaticamente enviados para o telemóvel ou computador do paciente e do médico disponível nas urgências, permitindo uma intervenção rápida e eficaz, tanto no diagnóstico como também no tratamento do problema de saúde.

 “Existem já dispositivos implantáveis capazes de monitorizar parâmetros fisiológicos importantes, mas este distingue-se principalmente pelo facto de conseguir comunicar sem fios”, garante Pedro Anacleto, que está a tirar o doutoramento em Engenharia Biomédica na Universidade do Minho.  
 
As antenas resultam da combinação de várias técnicas de micro fabrico, nomeadamente a litografia para a produção da estrutura e a self-folding para o acabamento. A médio prazo, as micro antenas poderão ser utilizadas no setor das tecnologias de informação e comunicação. O trabalho premiado foi orientado pelos professores Paulo Mendes e Higino Correia, ambos do Departamento de Eletrónica Industrial da academia minhota.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório