Saúde

INEM reforça equipas de helicópteros

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou que a partir do mês de Agosto as escalas dos helicópteros ao serviço serão reforçadas com 72 profissionais, dos quais 48 médicos e 24 enfermeiros.
Versão para impressão
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou que a partir do mês de Agosto as escalas dos helicópteros ao serviço serão reforçadas com 72 profissionais, dos quais 48 médicos e 24 enfermeiros.

O INEM anunciou, em comunicado citado pela Lusa, que no fim-de-semana passado 19 médicos e nove enfermeiros terminaram com sucesso o curso de “Fisiologia de voo e segurança em heliportos”. No próximo fim-de-semana frequentam o mesmo curso outros 29 médicos e 15 enfermeiros.

“Este curso tem a duração de dez horas, entre práticas e teóricas, onde são ministrados conteúdos que habilitam os profissionais que já possuem os pré-requisitos a estarem aptos para o socorro nos meios aéreos do INEM”, afirma a instituição.

“Trata-se de uma formação que lhes permite adquirir competências para abordarem doentes críticos e ventilados em ambiente de helitransporte”, explica o INEM.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou ainda que “grande parte” da equipa de enfermagem do helicóptero de Santa Comba Dão vai estar indisponível para assegurar os turnos a partir de domingo, 01 de agosto.

Para o Sindicato dos Enfermeiros,  de acordo com a Rádio Renascença, há “demagogia” do INEM e “conivência do Ministério da Saúde” e acusa os serviços de estarem “a fazer cursos à pressa” para que os meios aéreos não fiquem em terra, inoperacionais.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório