Cultura

Inéditos de Julio Cortázar editados em Portugal

Uma recolha de documentos nunca antes publicados pelo espanhol Julio Cortázar, encontrados pela sua mulher, deram origem à edição de um volume de inéditos intitulado "Papéis Inesperados", em 2009, 25 anos após a morte do escritor. O livro chega agora
Versão para impressão
Uma recolha de documentos nunca antes publicados pelo argentino Julio Cortázar, encontrados pela sua mulher, deram origem à edição de um volume de inéditos intitulado “Papéis Inesperados”, em 2009, 25 anos após a morte do escritor. O livro chega agora a Portugal, editado pela Cavalo de Ferro.

Os papéis abrangem todos os géneros praticados pelo autor: contos, ensaios, artigos, poemas e mesmo fragmentos de romances, escritos ao longo da vida. Segundo avança a agência Lusa, foram encontrados num móvel da casa de Cortázar pela sua viúva e herdeira, Aurora Bernárdez, responsável pela edição do livro, juntamente com Carles Álvarez Garriga, especialista na obra do escritor argentino.

Os textos encontrados e publicados primeiramente em Espanha, no ano passado, foram produzidos entre 1930 e 1980, atravessando toda a vida do escritor, autor dos livros “A Volta do Dia em 80 Mundos”, “O Jogo do Mundo – Rayuela” (também editados recentemente em Portugal), “Bestiário”, entre outros.

“Papéis Inesperados” divide-se em três partes – prosas, entrevistas ao espelho e poemas – e reune contos nunca antes publicados em livro, histórias de cronópios consideradas desaparecidas, um capítulo suprimido de “O Jogo do Mundo (Rayuela)”, textos sobre literatura, política, viagens, auto-entrevistas, poemas inéditos e outros textos que revelam as diversas facetas da sua escrita.

Em comunicado, a Cavalo de Ferro anuncia que pretende continuar a publicação da obra deste importante autor, “ainda largamente inédita em Portugal”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório