Mundo

Índia: Primeiro casamento entre crianças anulado

Uma rapariga de 18 anos, casada ainda em criança sem o seu consentimento, conseguiu anular, na passada quarta-feira, o acordo estabelecido pelos seus pais. Embora seja ilegal, calcula-se que na Índia 40 por cento dos casamentos sejam combinados na in
Versão para impressão
Uma rapariga de 18 anos, casada ainda em criança sem o seu consentimento, conseguiu anular, na passada quarta-feira, o acordo estabelecido pelos seus pais. Embora seja ilegal, calcula-se que na Índia 40 por cento dos casamentos sejam combinados na infância.
 
O acordo nupcial entre Laxmi Sargara e o jovem Rakesh foi assinado pelos pais de ambos quando estes tinham um e três anos, respetivamente. A rapariga só tomou conhecimento de que era casada quando os seus sogros foram buscá-la à casa da sua família. 
 
“Estava insatisfeita com o casamento”, disse Laxmi à agência AFP. “Disse-o aos meus pais, que não concordaram comigo, então procurei ajuda”.
 
A jovem recorreu à organização não-governamental (ONG) Sarathi Trust, na cidade de Jodhpur. O marido, Rakesh, não queria anular o casamento, mas acabou por ceder após aconselhamento da ONG.
 
“Este é o primeiro exemplo que conhecemos de um casal casado na infância que quer anular o casamento”, explicou Kriti Bharti, uma funcionária da organização, sublinhando a vontade de “que outros se inspirem” no caso.
 
Os casamentos infantis são ilegais na Índia, mas são ainda comuns, sobretudo nas comunidades mais pobres. De acordo com a Unicef, cerca de 40% dos casamentos infantis do mundo ocorrem neste país asiático, ainda que nos últimos anos tenham sido feitos esforços que parecem contrariar a tendência.

[Notícia sugerida por Michelle Hapetian]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório