Desporto

Inclusão: Judoca Nuno Delgado vence Prémio da UE

Enquanto manteve uma carreira ativa de judoca, Nuno Delgado conquistou inúmeros prémios, incluindo a ambicionada medalha olímpica. O atleta continua a dar cartas fora das competições, tendo agora conquistando o Prémio Inclusão Social da UE.
Versão para impressão
Enquanto manteve uma carreira ativa de judoca, Nuno Delgado conquistou inúmeros prémios, incluindo a ambicionada medalha olímpica. O atleta continua a dar cartas fora das competições, tendo agora conquistando o Prémio Inclusão Social, atribuído pela União Europeia de Judo, graças à criação de um movimento cívico que engloba crianças de países lusófonos.
 
Nuno Delgado fundou o movimento Achieve, Collect & Give Back (AC&GB), que, além de pretender alertar para a importância da educação cívica e desportiva em crianças e jovens, tem como objectivo concreto a angariação de fundos para proporcionar blocos para aulas de judo gratuitas a jovens considerados em risco.
 
Em comunicado, Nuno Delgado refere que “a distinção da União Europeia de Judo é uma honra e uma motivação extra para todos quantos temos lutado pela afirmação do Achieve, Collect & Give Back”. O judoca deixa ainda o apelo: “esperamos que mais este reconhecimento internacional nos ajude também a sensibilizar empresas e instituições para contribuírem para esta causa.”
 
Segundo prémio internacional
 
Este é o segundo grande reconhecimento internacional atribuído ao AC&GB desde o seu início, no Verão de 2011. No ano passado, já tinha recebido o apoio da Fundação Nelson Mandela, depois de ter juntado mais de 4 mil crianças e jovens no Terreiro do Paço, em Lisboa, para a maior aula de judo do mundo – título registado no livro do Guinness. Já está agendada uma repetição do evento para o dia 7 de Maio deste ano, desta vez na Avenida dos Aliados, no Porto.
 
Recentemente, têm estado à venda nos supermercados LIDL pulseiras do movimento cívico para a recolha de fundos com a finalidade de ajudar a proporcionar a prática gratuita de judo a crianças e jovens desfavorecidos.
 
A atribuição do prémio, decidida com unanimidade pela União Europeia de Judo, vai ter lugar na gala anual da organização, a realizar-se no dia 28 de Abril na cidade de Chelyabinsk, na Rússia.

Para saber mais sobre o movimento cívico clique AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub