Cultura

Ilustradora portuguesa expõe em Nova Iorque

NULL
Versão para impressão

A ilustradora portuguesa Lúcia Antunes vai ter os seus trabalhos de ilustração científica expostos no New York State Museum (em Nova Iorque, Estados Unidos) na 12ª edição da exposição Focus on Nature, que decorre de 28 de Abril a 13 de Dezembro de 2012.

As exposições Focus on Nature são organizadas pelo museu nova-iorquino desde 1990 e têm por objetivo “refletir o nível, os materiais, e as técnicas” da ilustração científica contemporânea, fazendo chegar ao grande público imagens que normalmente apenas circulam nos meios científicos, lê-se no site do museu.

Em declarações ao Boas Notícias, a ilustradora confessa que esta mostra “é muito importante para a divulgação” do seu trabalho a nível internacional. “É também uma reafirmação das qualidades do meu trabalho como ilustradora”, sublinha.

Foi um pouco por acaso que Lúcia Antunes descobriu o mundo da ilustração científica. No último ano do curso de Design de Comunicação da Faculdade de Belas Artes de Lisboa ouviu falar de um workshop de Ilustração Científica do Professor Pedro Salgado que, na altura, não pôde frequentar por motivos financeiros. Dois anos mais tarde, surgiu uma nova oportunidade com o mesmo professor e não hesitou.

Em pouco tempo, Lúcia Antunes descobriu uma paixão: “Foi mesmo uma revelação porque percebi que era isso que eu queria… Dava-me uma satisfação que ultrapassava a realização profissional, era algo que me dava mesmo muito prazer fazer”.

Mestrado em ilustração e um guia inédito de morcegos

A partir desse primeiro passo, o seu caminho seguiu naturalmente na mesma direção. Lúcia Antunes optou mesmo por sair de um emprego estável numa agência de comunicação para frequentar o Mestrado em Ilustração Científica no Instituto Superior de Engenharia de Coimbra e passar a trabalhar como freelancer.

Para realizar os seus trabalhos, Lúcia prefere, “sem dúvida, materiais tradicionais aos digitais”. Tinta-da-china sobre poliéster (um tipo de suporte que não é papel e funciona com uma técnica chamada 'stippling' que se faz com aparo) e grafite sobre 'scratchboard' (placas de cartão cobertas com uma camada prensada de gesso, que trabalha com grafite que depois é raspado com x-acto) são as suas técnicas preferidas porque “permitem um pormenor incrível”.

Neste momento, Lúcia Antunes está a trabalhar no projeto final de mestrado (com a orientação dos professores Jorge Palmeirim e Pedro Salgado) que consiste na realização de um Guia dos Morcegos em Portugal Continental e Insular (29 espécies) totalmente ilustrado. Assinalando o Ano Internacional do Morcego – que se comemora em 2011 e 2012 – este guia inédito no nosso país estará concluído em Agosto do próximo ano.

Clique AQUI para conhecer o trabalho de ilustração de Lúcia Antunes e AQUI para conhecer o seu trabalho na área do design.

[Notícia sugerida por Ana Guerreiro Pereira]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório