Cultura

Identificado quadro de Van Gogh com “duas faces”

Como uma boneca russa: abre-se e lá dentro está outra. É assim a obra recém-identificada do pintor holandês Van Gogh, que contém em si mesma dois quadros distintos.
Versão para impressão

Como uma boneca russa: abre-se e lá dentro está outra. É assim a obra recém-identificada do pintor holandês Van Gogh, que contém em si mesma dois quadros distintos. O trabalho vai ser adicionado, esta terça-feira, a uma exposição permanente do artista, no Museu Kröller-Müller, Holanda.

A obra chegou em 1974 ao Museu Kröller-Müller, na Holanda: um quadro que retratava rosas e flores do campo, dentro de uma jarra. Mas os especialistas do museu – que é detentor de uma das maiores coleções de Van Gogh – desconfiaram do estilo e da grande dimensão da tela, acabando por atribuir a obra, em 2003, a um artista anónimo.

Agora, nove anos depois, um grupo de especialistas conseguiu comprovar que o autor é mesmo Van Gogh e revelar que o quadro esconde, por trás da natureza morta, uma outra pintura representativa de dois lutadores (foto abaixo).

Image and video hosting by TinyPic

Em 1886, Van Gogh escreveu numa carta: “Esta semana pintei uma tela grande com dois torsos nus – dois lutadores”. No entanto, nunca mais tinham sido encontradas provas reais de que a obra existisse realmente.

A descoberta deu-se graças à utilização de uma tecnologia avançada de raios-X, que revelou a imagem oculta dos lutadores e detectou pigmentos nas camadas inferiores do quadro. Estes pigmentos encaixam-se naqueles que o artista holandês usava habitualmente nas suas obras.

Os investigadores, provenientes da Universidade de Antuérpia (Bélgica), da Universidade de Tecnologia de Delft (Holanda), do Centro de Física de Partículas de Hamburgo Deutsches Elektronen-Synchrotron (DESY), do Museu Van Gogh (Holanda) e do Museu Kröller-Müller (Holanda) perceberam também o porquê de uma das dúvidas antes colocadas em relação à pintura da natureza morta – o tamanho fora do comum.

“Estes e outros argumentos… não deixam dúvidas de que os lutadores e as flores foram pintados por Van Gogh”, disse Luuk Struick van der Loeff, do Kröller-Müller Museum ao jornal britânico The Independent.

A obra vai ganhar, a partir desta quinta-feira, um lugar de destaque na exposição de Van Gogh do museu holandês, localizado na cidade de Otterlo.

Clique AQUI para aceder ao comunicado do Museu (em holandês) e ver as imagens em grande formato.

[Notícia sugerida por Sofia Baptista, Ana Guerreiro Pereira e Elsa Martins]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório