Saúde

HUC vão operar crianças angolanas em risco de vida

Os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) vão operar em breve, no seu Centro de Cirurgia Cardiotorácica, 20 a 30 crianças oriundas de Angola. A medida, anunciada pelo presidente do Conselho de Administração dos HUC, Fernando Regateiro, surge no â
Versão para impressão
Os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) vão operar em breve, no seu Centro de Cirurgia Cardiotorácica, 20 a 30 crianças oriundas de Angola. A medida, anunciada pelo presidente do Conselho de Administração dos HUC, Fernando Regateiro, surge no âmbito de um protocolo com o Hospital David Bernardino, de Luanda.

“É uma medida que vai permitir salvar a vida às crianças”, afirma, citado pelo Jornal de Notícias, Fernando Regateiro que anunciou ainda a cedência de 150 camas, colchões e mesas de alimentação aos Hospitais de São Tomé e Príncipe, e de um mamógrafo e 50 camas a uma unidade hospitalar de Cabo Verde.

Para além do protocolo com o David Bernardino, os HUC celebraram mais dois acordos com instituições de saúde angolanas: o Hospital do Lubango e a Clínica Sagrada Esperança de Luanda.

“Consistem em trabalharmos com os profissionais de Angola, para se definirem áreas que são necessárias desenvolver, e que se calendarize esta acção”, explica o presidente do Conselho de Administração.

Acrescenta ainda que serão formadas equipas mistas, para transmitir e acolher experiências, “como no tratamento da malária”.

Os protocolos assinados em Angola inserem-se na cooperação dos HUC com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório