Ciência

Hubble capta estrelas em movimento

O telescópio espacial Hubble conseguiu captar o movimento de grupos de jovens estrelas integradas na Nebulosa NGC 3603, situada na Via Láctea a 20 mil anos-luz do Sol. Após investigarem mais de 800 estrelas, os astrónomos concluíram que a sua velocid
Versão para impressão
[Foto: © NASA]

O telescópio espacial Hubble conseguiu captar o movimento de grupos de jovens estrelas integradas na Nebulosa NGC 3603, situada na Via Láctea a 20 mil anos-luz do Sol. Após investigarem mais de 800 estrelas, os astrónomos concluíram que a sua velocidade é independente da massa.

Esta é a primeira vez que uma equipa de astrónomos consegue medir, com exatidão, os movimentos estelares nos aglomerados compactos de estrelas jovens. De acordo com a BBC, foram analisadas e comparadas diversas imagens captadas pelo telescópio Hubble nos anos de 1997 e 2007.

Andrea Stolte, uma das investigadoras envolvidas, refere que este estudo é fundamental para compreender como se formam e evoluem os clusters estelares.

As estrelas nascem quando se dá um colapso de uma nuvem gigante de gás e poeira e na região NGC 3603, onde a nuvem é excecionalmente massiva e compacta, este processo é muito rápido e intenso.

A longo prazo, estes agrupamentos podem desenvolver enormes bolas de estrelas conhecidas como aglomerados globulares, que permanecem juntos, até mil milhões de anos, devido à gravidade.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório