Mundo

Hotel dá abrigo a cães abandonados e incentiva adoções

Há um hotel norte-americano onde os hóspedes são recebidos por "rececionistas" de quatro patas e, quem sabe até, com uma lambidela. dá, abrigo a vários cães abandonados, que convivem com os clientes e, muitas vezes, ganham um novo lar.
Versão para impressão
Há um hotel norte-americano onde os hóspedes são recebidos por “rececionistas” de quatro patas e, quem sabe até, com uma lambidela. O Asheville Downtown Hotel, no estado da Carolina do Norte, dá, desde Julho do ano passado, abrigo a vários cães abandonados, que convivem com os clientes e têm, assim, mais oportunidades de encontrar um lar.
 
Inaugurado em 2012, o hotel, que também autoriza os hóspedes a fazerem-se acompanhar dos seus animais de estimação durante a estadia, celebrou um acordo com uma associação, a Charlie's Angels Animal Rescue, que salva cães abandonados do abate em canis.
 
À chegada ao hotel, há sempre um cão diferente a dar aos viajantes as boas-vindas. De trela e com uma camisola a dizer “Adota-me”, o animal saúda os hóspedes, que acolhem esta iniciativa inédita em todo o país com satisfação.
 
“Sentimos que estamos a salvar vidas”, disse Christine Kavanagh, diretora de vendas do grupo Aloft, que detém o hotel, à agência noticiosa. Segundo Kavanagh, “os hóspedes adoram” e podem conviver com os animais em vários locais específicos da unidade hoteleira. Caso queiram, os viajantes podem passeá-los e levá-los até ao restaurante ou ao bar, só não estando autorizados a deixá-los pernoitar nos quartos.
 
A família Trantham, de Atlanta, foi uma das que levou para casa um novo amigo. Jan Trantham e o marido, Will, adotaram um Shih-tzu de dois anos, chamado Jackson, pelo qual se apaixonaram de imediato durante o 'check-in'. “Sempre que saíamos, um de nós dizia: 'vamos voltar para o hotel e ver o Jackson'. Não conseguíamos parar de pensar no cão”, recordou Trantham. 
 
Segundo a diretora de vendas do hotel, a iniciativa é também uma forma de os animais e de os hóspedes socializarem. “Temos um pequeno parque junto à receção e, às vezes, acumula-se ali uma grande multidão, porque um cão é uma boa razão para conversar”, frisou Kavanagh. “O nosso hotel aproxima as pessoas para que se possam misturar e, quem sabe, adotar um animal”, finalizou.
 
Desde que a parceria começou, há cerca de oito meses, o número de adoções duplicou e 14 cães encontraram novas famílias. Os responsáveis do hotel e da associação esperam, agora, que este programa de adoção se torne permanente e possa ser alargado a outras unidades da cadeia hoteleira Aloft.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório