Saúde

HIV: Peritos aconselham aprovação de medicamento

Um painel de peritos da Administração de Fármacos e Alimentos (FDA, na sigla inglesa) dos Estados Unidos recomendou hoje a aprovação do primeiro fármaco para prevenir a infeção pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV), que causa a Sida.
Versão para impressão
Um painel de peritos da Administração de Fármacos e Alimentos (FDA, na sigla inglesa) dos Estados Unidos recomendou hoje a aprovação do primeiro fármaco para prevenir a infeção pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV), que causa a Sida.

Os peritos recomendaram a aprovação do fármaco “Truvada” e a FDA, que só segue os conselhos dos seus comités assessores, deverá pronunciar-se sobre o assunto durante o mês de Junho.

Segundo os especialistas, o consumo de “Truvada” ajudaria a prevenir as infeções e pessoas saudáveis com alto risco de contrair o vírus, incluindo homens homossexuais e bissexuais e casais heterossexuais em que dos elementos seja HIV positivo.

O “Truvada” está patenteado pela companhia norte-americana Gilead Sciences Inc. desde 2004, como tratamento para pessoas infetadas com o vírus HIV. A medicação é uma combinação de dois medicamentos de tratamento do víruos, Emtriva e Viread.

Apesar de os especialistas estarem a apoiar o uso da medicação como forma de prevenção, são apontadas algumas preocupações relativas ao uso do “Truvada”, nomeadamente a possível redução no uso de preservativos. Segundo o painel, também não está clara a efetividade do medicamento entre as mulheres.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório