Ciência

Hepatite C: Novo tratamento cura 70% dos doentes

A combinação de um antiviral com um medicamento experimental curou cerca de 70% dos doentes com hepatite C num ensaio clínico levado a cabo pelo Instituto Nacional Norte-Americano das Alergias e Doenças Infecciosas.
Versão para impressão
A combinação de um antiviral com um medicamento experimental curou cerca de 70% dos doentes com hepatite C num ensaio clínico levado a cabo pelo Instituto Nacional Norte-Americano das Alergias e Doenças Infecciosas. 
 
A investigação visava analisar a eficácia e segurança de um medicamento experimental, sofosbuvir, tomado com o antiviral ribavirina. Os fármacos foram tomados oralmente e o tratamento, realizado durante seis meses, conseguiu uma taxa de cura de 70%.
 
A descoberta promete uma solução mais simples para a doença hepática crónica. Os tratamentos atuais podem durar um ano e implicam injeções semanais de interferon alfa combinado o ribavirina e outro antiviral.

Entre os efeitos secundários, que podem ser graves, incluem-se a depressão, os sintomas de gripe e a anemia. No entanto, os cientistas esclarecem que este novo tratamento foi bem tolerado pelos pacientes.
 

O ensaio contou com a participação de 60 voluntários infetados com o genótipo 1 do vírus da hepatite C que responde menos bem ao tratamento à base de interferon.

Vinte e quatro semanas depois do fim do tratamento, o vírus não foi detetado em 70% dos participantes, o que faz com que seja considerado uma cura.
 

Em comunicado, Shyam Kottilil, líder da investigação e principal autor do estudo, refere mesmo que, tendo em conta as características dos participantes, “esta descoberta é particularmente promissora”.

Saiba mais sobre este estudo AQUI.

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub