Mundo

Guiné-Bissau: 1º banco de crédito para camponeses

O Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, inaugurou na passada terça feira, em Farim, o primeiro banco de crédito que vai apostar no apoio aos camponeses, sobretudo as mulheres guineenses, na luta contra a pobreza.
Versão para impressão
O Presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanhá, inaugurou na passada terça feira, em Farim, o primeiro banco de crédito que vai apostar no apoio aos camponeses, sobretudo as mulheres guineenses, na luta contra a pobreza.

O banco, localmente designado caixa de crédito e poupança agrícola, é constituído por capitais senegaleses e vai ser instalado em todas as regiões da Guiné-Bissau, noticiou a agência Lusa.

De acordo com informações do Governo guineense, o banco poderá ajudar cerca de 30 mil mulheres só na zona de Farim, sendo que há ainda a possibilidade de outras pessoas serem beneficiadas.

Ontem, o primeiro grupo de mulheres recebeu aproximadamente três mil euros, que terão de pagar dentro de três meses após a sua atividade.

“[Esta caixa de crédito e poupança] é um cumprimento da promessa eleitoral”, explicou Bacai Sanhá, que referiu que a luta contra a pobreza “passa sobretudo pela promoção dos camponeses e das mulheres”.

A seguir a Farim, localidade situada a escassos 35 quilómetros do Senegal, Bissau e Gabu são as regiões onde o banco designado será instalado.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub