Literatura

Guerra & Paz aposta na ficção portuguesa

"Poucas palavras, Grande ficção" é o título da nova coleção da editora Guerra & Paz que aposta em romances curtos, de autores portugueses contemporâneos.
Versão para impressão
“Poucas palavras, Grande ficção” é o título da nova coleção da editora Guerra & Paz que aposta em romances curtos, de autores portugueses contemporâneos. “E onde é que está o amor”, de Ana Zanatti, e “Quando a Chuva Parar”, de Joana Pereira da Silva, marcam o arranque desta nova série que já tem mais dois livros prestes a sair.

Para esta coleção, a editora convidou escritores portugueses, claro, mas não só. Os livros da série são assinados por atores, argumentistas, realizadores, criativos da área da publicidade e outras personalidades para quem  a escrita e a criação são parte integrante do dia-a-dia.

“E onde é que está o amor?”, o novo romance da atriz e escritora Ana Zanatti, visita o encontro de seis mulheres e três homens que, uma tarde, se reúnem para confessar o inconfessável: casamentos falhados, amores que não se cumpriram, ciúme, traição, solidão.

Já o livro da romancista e guionista Joana Pereira da Silva apresenta-se num formato original, construído apenas com recurso ao diálogo. São conversas através de telemóvel entre Maria, que acabou de deixar o marido, no Porto, fugindo para Lisboa, e Teresa, a sua amiga que está no sofá de sua casa a fazer 'zapping'. 

Na apresentação da série “Poucas palavras, grande ficção”, esta quinta-feira em Lisboa, estiveram presentes as duas autoras dos primeiros livros e ainda o publicitário e cronista Pedro Bidarra, que assina o terceiro título da coleção que chega às livrarias em Junho.

O autor escreveu este romance depois de passear “dois meses nos jardins públicos de Lisboa”, como explicou na apresentação. “É um romance sobre rotinas, segredos, jardins…  E tem um final estranhamente feliz”, desvendou Pedro Bidarra.

Depois do Verão, a coleção regressa com mais um romance, desta vez da autoria do ator Diogo Morgado. Mas novas edições deverão surgir “sempre que haja escritores e autores com boas ideias”, disse a responsável de comunicação da editora ao Boas Notícias.

Clique AQUI para visitar o site da editora e AQUI para aceder ao Facebook.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub