Fitness & Bem-estar

Guardian recomenda Porto para ‘escapadela alternativa’

O Porto é uma das 10 melhores cidades europeias para uma "escapadela alternativa". A garantia é dada pelo jornal britânico The Guardian, que compilou uma dezena de sugestões para quem quer uma curta estadia a bom preço.
Versão para impressão
O Porto é uma das 10 melhores cidades europeias para uma “escapadela alternativa”. A garantia é dada pelo jornal britânico The Guardian, que compilou uma dezena de sugestões para quem quer uma curta estadia a bom preço em cidades com “um panorama cultural cheio de vivacidade”.
 
“A segunda maior cidade portuguesa pode não ter o mesmo espírito festivo de Lisboa, mas partilha do seu charme esbatido e da sua cena criativa agitada”, escreve a publicação, que assegura que, na Invicta, “há muito mais para lá de beber vinho do Porto”.
 
O jornal destaca a Rua Miguel Bombarda, “o centro artístico da cidade”, onde é possível encontrar “mais de uma dúzia de galerias contemporâneas” e realça, também, o Museu de Arte Contemporânea da Fundação Serralves, “um dos mais importantes do país”.
 
Além disso, o The Guardian aconselha os turistas a explorar, também, o lado mais degradado do Porto através da “pior visita guiada” da Invicta, organizada pela agência portuguesa “The Worst Tours”, de um grupo de arquitetos lusos, que leva os turistas a locais como prédios abandonados, bairros subdesenvolvidos, tascas e becos. 
 
Na opinião da publicação, o mês de Junho é o melhor para visitar o Porto: isto, claro, graças às celebrações do São João, a 23 de Junho, que envolve “animação de rua, fogos de artifícios e 'batidelas na cabeça com martelos de plástico'” e é ideal para os apreciadores da tradição.
 
Quem preferir uma diversão mais “contemporânea” poderá optar por passar pela Invicta no início daquele mês e desfrutar do festival de música Optimus Primavera Sound, que se realiza entre 4 e 6 de Junho. 
 
Para a estadia, o The Guardian recomenda o “bonito” Tattva Design Hostel, um dos maiores da cidade, com dormitórios “modernos” e quartos privados que rivalizam com os dos hotéis boutique, além de um “bar com terraço que é o local perfeito para aquecer antes de ir a pé até ao centro noturno da cidade”.
 
Do “top 10” das melhores cidades europeias para uma escapadela alternativa fazem, também, parte, opções como Gent (Bélgica), Lyon (França), Leipzig (Alemanha) ou Segóvia, na vizinha Espanha. 

Clique AQUI para conhecer todas as sugestões da publicação (em inglês).

Notícia sugerida por Maria Nova, Maria Pandina e Patrícia Guedes

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório