Negócios e Empreendorismo

Grupo português contratou 140 pessoas em 2013

Desde o início do ano, o Grupo Paulo Duarte já contratou mais de 140 novos colaboradores. A empresa revela-se em contraciclo no atual contexto de recessão, com necessidades de reforço nas áreas de transporte a agrícola.
Versão para impressão
Desde o início do ano, o Grupo Paulo Duarte já contratou mais de 140 novos colaboradores. A empresa revela-se em contraciclo no atual contexto de recessão, com necessidades de reforço nas áreas de transporte a agrícola. 
 
Aquele que é um dos principais atores do setor de transportes rodoviários de mercadorias a nível nacional e internacional tem vindo a admitir novos trabalhadores para funções de motorista e secretariado na Transportes Paulo Duarte (a maior empresa do grupo, dedicada ao transporte rodoviário de mercadorias e logística de distribuição) e de embaladores e empilhadores na Abrunhoeste (produtora de frutas localizada na Região Oeste de Portugal).
 
Recentemente, o grupo anunciou a expansão do leque de serviços prestados a grandes empresas, como é o caso da Galp, onde foi aumentado o nível de distribuição de combustível para aviões e navios.

Para além da entrega de gasóleos e gasolinas, a Paulo Duarte vai, agora, passar transportar combustível jet aviação da refinaria de Aveiras para o aeroporto de Lisboa. A nova aposta corresponde a um aumento de 30% no volume transportado pela petrolífera.

Agricultura: 90% da produção para exportação
 

Na área agrícola, o grupo mantém a bom ritmo a produção de pêra rocha, maçã, ameixa e nectarinas na região do Oeste, onde 95% da colheita se destina à exportação. Também recentemente foi firmada uma parceria com o grupo Vila Galé, assente na produção de pêra rocha. O investimento de três milhões de euros consiste na plantação de variadas espécies de fruta já em 2014.
 
Com instalações em Torres Vedras, Setúbal, Matosinhos, Azambuja e Lamego, a Paulo Duarte conta com uma frota de 500 viaturas, 560 reboques e cerca de 800 colaboradores (quer na área dos transportes quer na área da agricultura). 

Em atividade desde 1946, o grupo já deu início à expansão internacional, começando por marcar presença em Espanha (Huelva e Almendralejo). Em 2012, foi alcançada uma faturação de 57,2 milhões de euros.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub