Sociedade

Grupo LeYa prevê “forte crescimento” no Brasil

O grupo editorial LeYa está a prever "um forte crescimento" para este ano no Brasil onde estima faturar "o mesmo que em Portugal, Angola e Moçambique no seu conjunto".
Versão para impressão
O grupo editorial LeYa está a prever “um forte crescimento” para este ano no Brasil onde estima faturar “o mesmo que em Portugal, Angola e Moçambique no seu conjunto”.

A empresa de Miguel Paes do Amaral registou em 2008 cerca de 89 milhões de euros, ainda sem presença no Brasil.

O investimento em terras brasileiras teve início em 2009 e, este ano, o volume de negócios previsto conta com um “forte aumento nas atividades” o que exigirá a contratação de 700 trabalhadores, disse fonte da administração à agência Lusa.

Estes novos colaboradores irão dividir-se nas áreas de edições gerais e da de educação “com especial enfoque no e-learning, isto é, as áreas de conteúdos e plataformas digitais e ensino à distância”.

Na área de educação a investir, são referidos os manuais escolares, a plataforma de conteúdos digitais, os sistemas de ensino e de gestão escolar, e ainda o ensino à distância.

Na área digital o grupo “tem de acompanhar o crescimento internacional” e adianta ainda a criação em Portugal de “cerca de 80 novos postos de trabalho na área da produção de conteúdos digitais e na área de ensino à distância” onde se encontra a marca UnyLeYa.

O ano passado o Grupo LeYa registou cinco títulos entre os 30 mais vendidos no Brasil, nomeadamente a “Guerra dos Tronos”, de George R. R. Martin, que foi o mais vendido na área da ficção de acordo com o top publicado pela revista Veja.

Ainda em 2011, a faturação total do grupo foi de cerca de 90 milhões de euros.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório