Sociedade

Governo vai integrar 6 mil trabalhadores precários

Os Ministérios da Educação e da Saúde preparam-se para colocar nos quadros da Administração Central quase seis mil funcionários que atualmente têm vínculo precário ao Estado, avança o Diário Económico esta quarta-feira.

Versão para impressão
Os Ministérios da Educação e da Saúde preparam-se para colocar nos quadros da Administração Central quase seis mil funcionários que atualmente têm vínculo precário ao Estado, avança o Diário Económico esta quarta-feira.

Trata-se de uma exceção ao congelamento das admissões, decretado pelo Governo, que já mereceu autorização do Ministério das Finanças. Em causa, nos dois ministérios, está a integração nos quadros de pessoal auxiliar e administrativo.

O secretário de Estado adjunto da Educação, Alexandre Ventura, confirmou ontem que o seu ministério irá avançar com os procedimentos de abertura de concursos para 1.829 vagas para pessoal não docente, cujos contratos terminam a 31 de agosto, tendo havido para o efeito um entendimento com o Ministério das Finanças.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório