Cultura

Governo quer proteger artesanato português

O governo anunciou esta semana em Vila do Conde que está a criar um quadro legislativo para proteger o artesanato nacional e garantir deste modo a sua autenticidade e origem.
Versão para impressão
[Fotografia: © Archer´s Eye/Flickr]

O governo anunciou esta semana em Vila do Conde que está a criar um quadro legislativo para proteger o artesanato nacional e garantir deste modo a sua autenticidade e origem.

 A medida foi anunciada pelo ministro de Estado e das Finanças, Teixeira dos Santos, ontem, sexta-feira, por ocasião da inauguração de uma exposição de olaria e figurado certificados, onde defendeu ser necessário certificar algo que pertence a Portugal e que anda nas mãos de outros países.

“Quando alguém compra um galo de Barcelos, quer que seja mesmo um galo de Barcelos, e não um galo ´made in Vietname´ou ´made in China´”, referiu à Lusa, Teixeira dos Santos.

Segundo o governante, o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social está encarregue de criar um quadro legislativo para proteger a atividade artesanal, de forma a evitar que apareçam imitações e, assim, não pôr em risco o sustento dos artesãos.

“No fundo, trata-se de defender os direitos de autor, de pessoas que têm peças únicas, afirmando o trabalho artesanal como uma expressão de criatividade”, acrescentou.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório