Sociedade

Governo insta IPS a acabar com discriminação

A secretária de Estado da Igualdade, Elza Pais, instou o Instituto Português do Sangue (IPS) a "retirar, tão rapidamente quanto possível", as perguntas relacionadas com a orientação sexual que constam nos questionários a dadores de sangue.
Versão para impressão
A secretária de Estado da Igualdade, Elza Pais, instou o Instituto Português do Sangue (IPS) a “retirar, tão rapidamente quanto possível”, as perguntas relacionadas com a orientação sexual que constam nos questionários a dadores de sangue.
 
Num inquérito a dadores de sangue do Hospital de Santo António, no Porto, ao qual a Lusa teve acesso, consta a pergunta “Se é homem: alguma vez teve relações sexuais com outro homem?”

Esta mesma pergunta levou o Bloco de Esquerda a avançar com uma iniciativa parlamentar para acabar com essa “discriminação” – projeto de resolução que foi aprovado há quatro meses pela Assembleia da República, sem votos contra e com a abstenção do CDS-PP, e que “recomenda ao Governo a adoção de medidas que visem combater a atual discriminação dos homossexuais e bissexuais nos serviços de recolha de sangue”.

“A pergunta é, sem sobra de dúvida, discriminatória”, vincou Elza Pais, recordando que esta discriminação “já foi sinalizada” pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), que endereçou um parecer ao IPS instando à supressão de questões daquele tipo.

“O rigor deve ser exercido, mas não deve ter por base o preconceito nem a discriminação”, sublinhou a secretária de Estado.

A ministra da Saúde, Ana Jorge, reconheceu que terá de ser reforçada a recomendação aos locais de colheita de sangue para que, nos inquéritos distribuídos aos dadores, não constem perguntas relacionadas com a orientação sexual.

“Do inquérito constam apenas perguntas relacionadas com o comportamento das pessoas, independentemente de serem homo, hetero ou bissexuais”, realçou.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório