Inovação e Tecnologia

Getty Images disponibiliza milhares de imagens grátis

Um dos maiores bancos de imagens do mundo, o Getty Images, decidiu oferecer o acesso a milhares de imagens da sua coleção, com o objetivo de acompanhar a forma como estas têm sido utilizadas na internet, sobretudo nas redes sociais.
Versão para impressão
Um dos maiores bancos de imagens do mundo, o Getty Images, decidiu oferecer o acesso a milhares de imagens da sua coleção, com o objetivo de acompanhar a forma como estas têm sido utilizadas na internet, sobretudo nas redes sociais. No entanto, as imagens apenas podem ser ‘embebidas’ e não podem ser usadas em páginas com publicidade.
 
Neste momento, já cerca de 35 milhões de imagens do Getty Images podem ser publicadas online, de forma gratuita, ou seja, a maior parte da coleção daquele banco de imagens. Até agora, para usar estes documentos era necessário pagar valores que podiam ascender a centenas de euros, por apenas uma imagem.
 
Com a nova política, o Getty Images passa a permitir que milhares das suas imagens sejam partilhadas em blogues e nas redes sociais, mas apenas e exclusivamente através do método embebido, ou seja, copiando um código associado a cada imagem, tal como acontece por exemplo com os vídeos do Youtube.
 
Cada imagem de livre divulgação tem, por baixo, os ícones das redes onde pode ser divulgada e o respetivo ícone que significa embeber (). Cada imagem publicada ficará com um link que encaminha os utilizadores para o site do Getty Images.

Páginas com publicidade não podem usar imagens
 
Uma fonte da Getty Images Portugal disse, no entanto, ao Boas Notícias, que estas imagens apenas podem ser embebidas em espaços que “não tenham patrocinadores, 'banners' ou qualquer outra publicidade associada”. “A partir do momento em que haja qualquer ação comercial na plataforma onde o conteúdo Getty estiver associado, isso cai na categoria de ‘uso indevido’ passível de ação legal”, sublinha a fonte da empresa.
 
Craig Peters, vice-presidente do Getty Images, citado pelo site norte-americano The Verge, afirmou que, hoje em dia, “qualquer pessoa consegue obter uma imagem sem marca de água” daquele banco, bastando para isso fazer uma simples pesquisa no Google ou noutro motor de busca.
 
Com esta liberalização da utilização dos ficheiros, a empresa pretende que o utilizador comum passe a usufruir destas imagens sem violar direitos de autor, mas manter a proibição de empresas com fins comerciais, como agências de publicidade, de as utilizar, pelo que estas continuam a ter de pagar para obter as imagens.
 
A empresa Getty Images, sediada nos EUA, lucra cerca de 730 milhões de euros por ano. Contudo, controlar a utilização de conteúdos na internet, nesta época de forte partilha em redes sociais, torna-se dispendioso e difícil.

Notícia sugerida por Ana Russo e Patrícia Guedes

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub