Cultura

Gerês e Santarém recebem prémios Europa Nostra

A reabilitação da Catedral e Museu Diocesano de Santarém e o projeto de Desenvolvimento Sustentável do Planalto da Mourela no Parque Nacional da Peneda-Gerês estão entre os 28 vencedores dos prémios Europa Nostra. A entrega dos galardões decorreu a
Versão para impressão
A reabilitação da Catedral e Museu Diocesano de Santarém e o projeto de Desenvolvimento Sustentável do Planalto da Mourela no Parque Nacional da Peneda-Gerês estão entre os 28 vencedores dos prémios Europa Nostra. A entrega dos galardões decorreu a 24 de Maio, em Madrid.
 
O júri constituído por peritos independentes analisaram um total de 187 candidaturas, a quatro categorias, apresentadas por organizações e indivíduos de 36 países de toda a Europa. O Prémio do Público, votado online, foi anunciado durante a cerimónia.
 
Entre os premiados encontram-se duas iniciativas portuguesas: a reabilitação da Catedral e Museu Diocesano de Santarém (categoria Conservação) e o projecto de Desenvolvimento Sustentável do Planalto da Mourela no Parque Nacional da Peneda-Gerês (na categoria Eucação). 
 
Recuperação da Catedral e do Museu de Santarém
 
A Catedral de Santarém, localizada no centro de Portugal, foi submetida a um significativo e abrangente projeto de conservação entre 2012 e 2014, que incluiu o restauro de património arquitetónico, móvel e integrado de vários elementos artísticos do interior e fachada, bem como a reabilitação de áreas destinadas ao Museu, que acolhe uma coleção de arte sacra. 
 
“A grande qualidade desta complexa conservação, quer da arte quer da arquitetura, é uma realização impressionante, especialmente quando consideramos o volume de trabalho desenvolvido”, disse o júri. O âmbito e alcance do trabalho determinou a multidisciplinariedade do projeto, com contributos de especialistas de várias áreas, como química, biologia, radiologia, fotografia e história.
 
Desenvolvimento Sustentável do Planalto da Mourela 
 
A paisagem invulgar deste planalto minhoto está diretamente relacionada com a criação de gado e as tradicionais práticas agrícolas pelo que a emigração dos agricultores e o envelhecimento da população têm sido uma séria ameaça à sua preservação.

Este projeto teve assim por objetivo colmatar estas ameaças com a sensibilização e aconselhamento de uso de algumas práticas tradicionais. Os agricultores e pastores locais foram orientados nos preceitos de uma agricultura baseada em técnicas tradicionais e nos métodos ancestrais do maneio de gado comunitário.


“Este projeto visa incentivar as pessoas a viver nestas zonas rurais remotas sendo uma condição essencial para manter a preservação e a conservação da paisagem. A importância do repovoamento do território é enfatizada e o foco está centrado na revitalização dos conhecimentos tradicionais e no desenvolvimento de competências para ajudar a alcançar a preservação deste espólio rural”, observou o júri.
 
Para além destas medidas, foi criado o Centro de Interpretação do Planalto da Mourela, para o apoio aos visitantes do Parque Nacional. Este centro integra uma exposição didática que mostra as diferentes paisagens e a importância da sua preservação, atraindo assim visitas de estudo do setor escolar para esta área. 
 
Espanha: Caminito del Rey duplamente premiado
 
Mas o Caminito del Rey, no desfiladeiro dos Gaitanes, em Málaga, foi o grande vencedor desta edição dos prémio Europa Nostra, conquistando um Grand Prix no valor de 10.000 euros e vencendo também o prémio do Público.
 
A reabilitação deste caminho suspenso construído nas encostas íngremes de um desfiladeiro tornou acessível a todos os visitantes esta paisagem única, atraindo também uma nova vaga de turismo para a região espanhola. 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório