Ambiente

Geotermia no plano energético da Madeira

No âmbito do plano de energias alternativas que tem vindo a ser implementado pelo Governo Regional da Madeira, foi apresentado no Funchal, esta sexta-feira, o projeto para o estudo do aproveitamento do calor no interior da terra. O objetivo é tornar
Versão para impressão
No âmbito do plano de energias alternativas que tem vindo a ser implementado pelo Governo Regional da Madeira, foi apresentado no Funchal, esta sexta-feira, o projeto para o estudo do aproveitamento do calor no interior da terra. O objetivo é tornar o arquipélago cada vez menos dependente do exterior em termos energéticos.

Rui Rebelo, presidente do conselho de administração da Empresa de Eletricidade da Madeira, destacou a crescente utilização de energias renováveis na região: em 2007, a implementação das energias renováveis fixou-se nos 13%, subindo para 22,5% em 2009. Prevê-se que os investimentos lançados permitirão atingir os 28% em 2013 e ultrapassar a meta dos 30% em 2017.

Mas, para já, importa “identificar onde há reservatórios que possam utilizar energia geotérmica e térmica”. Estima-se que os poços estejam entre os 3 a 10 quilómetros de profundidade, pelo que o projeto passa por “perfurar a terra até encontrar este reservatório, através de pressão fazer expelir a água para uma central, transformando energia geotérmica em energia térmica”.

Ainda este ano, Porto Santo vai acolher o desenvolvimento de projetos de produção de biocombustível. Para João Cunha e Silva, vice-presidente do executivo madeirense, estes investimentos poderão “garantir a independência da região face a qualquer circunstância no atual mundo conturbado” e ajudar a reter mais riqueza no arquipélago.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório