Em Destaque Mundo

“Gato mais triste do mundo” foi adotado e tornou-se feliz

© Instagram Benbencatcat
O "gatinho mais triste do mundo" foi adotado por uma funcionária do abrigo de animais que o recolheu da rua. Na sua nova casa, o animal recuperou totalmente dos graves problemas de saúde que apresentava e já corre e brinca como qualquer gatinho feliz.
Versão para impressão
por redação

Quando foi recolhido pelo abrigo BCSPCA, em Vancouver, Canadá, os veterinários pensavam que BenBen, como se chama agora, nunca mais voltaria a andar. Além das feridas (que os veterinários acreditam ter resultado de um ataque de uma animal de grande porte), o gatinho tinha parte da espinha esmagada e corria o risco de perder a mobilidade.

Depois dos primeiros tratamentos, o abrigo colocou BenBen para adoção mas a sua expressão de tristeza e os problemas de saúde que ainda apresentava, complicaram o processo e ninguém se voluntariou para adotar o animal.

O gatinho acabou por ficar na lista de animais para eutanasiar. Na véspera do abate de BenBen, uma das voluntárias que colabora com o abrigo decidiu ficar com o felino. Sandy Windove e o marido contam ao jornal online Huffington Post que, quando estava no abrigo, BenBen não comia, não bebia água e não se mexia. “Parecia que sabia que ia morrer e que tinha perdido toda a esperança”, conta Sandy.

Mas assim que chegou à nova casa tudo mudou. BenBen recuperou das feridas e até da lesão na coluna. Corre e brinca como qualquer outro gatinho. “Ele adora pessoas, a sua personalidade mudou completamente, é curioso e passa a vida a explorar as coisas à sua volta”, acrescenta a protetora de BenBen.

O “gatinho mais triste do mundo” passou a ser o gatinho mais adorável do mundo e tem até direito a uma página no Facebook e no Instagram onde as suas aventuras são acompanhadas por milhares de fãs.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório