Mundo

Gato sobrevive graças a transfusão de sangue de cão

Na Nova Zelândia, um cão salvou a vida a um gato através de uma transfusão de sangue. Depois de ingerir veneno para ratos, Rory, o gato, correu sérios riscos de vida e só o sangue de Macy, um labrador preto, o salvou.
Versão para impressão
Na Nova Zelândia, um cão salvou a vida a um gato através de uma transfusão de sangue. Depois de ingerir veneno para ratos, Rory, o gato, correu sérios riscos de vida e só o sangue de Macy, um labrador preto, o salvou.
 
A missão de salvamento foi levada a cabo por Kate Heller, a veterinária da pequena localidade de Tauranga, onde se deu o acidente. Depois de ouvir Rory em agonia e incapaz de se mexer, Kim Edwards, a dona, pegou imediatamente em Rory e levou-o às urgências.
 
No entanto, o estado do animal piorava muito rapidamente e era necessário fazer uma transfusão de sangue para o salvar. Sem tempo para enviar uma amostra do sangue felino para laboratório, que estava fechado, Kate consultou vários colegas da área e decidiu arriscar: fazer a operação com sangue canino. 
 
“Se não o fizéssemos, ele tinha morrido ali mesmo, portanto, não havia nada a perder. Era tentar ou deixar morrer, por muito rara que seja este tipo de intervenção”, conta a veterinária, citada pelo Daily Mail.
 
Ligou a uma amiga que tinha um labrador, Macy, e esta prontificou-se desde logo a ir com o seu cão para as instalações. A transfusão foi bem sucedida e, uma hora depois, Rory já ronrorava e comia uma taça de biscoitos.
 
Poucos dias depois, Kim diz que Rory está completamente recuperado e que, para alívio de todos, não ladra nem vai buscar o jornal ao correio. 

Notícia sugerida por André Luís

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub