Ambiente

Gato resgatado de incêndio já recuperou a 100%

O gatinho que os bombeiros de Loures resgataram de um incêndio já está cem por cento recuperado e já voltou para o seu dono.
Versão para impressão
O gatinho que os bombeiros de Loures resgataram de um incêndio já está cem por cento recuperado e já voltou para o seu dono. Sleepy esteve mais de três dias no Hospital dos Animais onde recebeu o acompanhamento médico necessário.
 
Foi no último sábado de Julho que uma corporação dos bombeiros de Loures acudiu a um incêndio num prédio em Santo António dos Cavaleiros. Depois de garantirem a segurança dos moradores do edifício, os bombeiros não hesitaram em dar assistência a dois gatos que viviam no andar por cima daquele que ardeu. 
 
Um dos animais já tinha falecido quando os soldados da paz intervieram, mas Sleepy foi assistido a tempo e, depois de gastarem uma garrafa de oxigénio no felino, os bombeiros conseguiram assegurar a sua sobrevivência.

O animal, de três anos de idade, foi inicialmente encaminhado para a clínica Vetsac, em Santo António dos Cavaleiros, mas depois foi reencaminhado para o Hospital dos Animais, em Odivelas. 

“Quando chegou, o gatinho esteve numa câmara de oxigénio, fez medicação e esteve 24 horas sob vigilância, tendo recuperado a 100 por cento”, conta ao Boas notícias o gestor do hospital, Mário Araújo. 

Bombeiros “orgulham Portugal”

Dadas as circunstâncias que conduziram o animal ao hospital (e que implicaram a perda de património das famílias das residências onde deflagrou o incêncio), o Hospital dos Animais apoiou financeiramente parte do tratamento, tendo oferecido, 50% de desconto na imagiologia e um desconto na oxigenoterapia que foi aplicada durante quatro dias.
 

Nesta história com um final feliz, Mário Araújo elogia especialmente o desempenho dos bombeiros, salientando “que os serviços de emergência do nosso país não têm formação, nem estão preparados para prestar primeiros-socorros a animais até porque, para além dos humanos, os outros seres vivos não têm personalidade jurídica”.

“Estes homens orgulham Portugal”, sublinha Mário Araújo. “Neste caso, o lado humano prevaleceu e espero que esta corporação sirva de exemplo”, acrescenta o gestor hospitalar. Por outro lado, diz o responsável, a “boa comunicação entre as diferentes entidades” também foi determinante no desfecho deste caso.
 
O Hospital dos Animais tem instalações em Odivelas e funciona 24 horas, assegurando todos os dias e a qualquer hora serviços de assistência na área da saúde animal, desde radiografias, ecografias, câmaras de oxigénio e acompanhamento médico, entre outros.
 

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub