Mundo

Garrafa de gelo inovadora derrete depois de se beber

Imagine se a garrafa que contém a sua bebida favorita fosse feita de gelo e derretesse, sem causar qualquer poluição, quando a bebida chegasse ao fim? Na Colômbia já não é preciso imaginar.
Versão para impressão
Imagine se a garrafa que contém a sua bebida favorita fosse feita de gelo e derretesse, sem causar qualquer poluição, quando a bebida chegasse ao fim? Na Colômbia já não é preciso imaginar: a Coca-Cola acaba de lançar, naquele país, uma garrafa de gelo inovadora especialmente concebida para ser vendida nas praias durante o Verão. 
 

Nas praias colombianas, o refrigerante está já a ser servido em garrafas de gelo, com um formato idêntico à das garrafas tradicionais, com o icónico logótipo da marca “cravado”, como é habitual, e que, depois de vazias, podem ser, por exemplo, deixadas na areia, acabando por derreter. 
 
De acordo com um comunicado da multinacional, para desenvolver esta edição especial de garrafas amigas do ambiente, as equipas de trabalho criaram um novo processo de produção com vista a permitir a manufatura das garrafas e o seu transporte “para as praias quentes da Colômbia”.
 
O processo, explica a marca, passa por derramar água microfiltrada em moldes de silicone, congelar a água a -25ºC e, posteriormente, preencher os moldes com a bebida. Para facilitar a vida dos consumidores e evitar que as mãos fiquem geladas, cada garrafa é envolvida numa banda de borracha vermelha que, no final, podem reciclar ou utilizar como pulseira.


Veja acima o vídeo promocional que dá a conhecer estas novas garrafas
 

A promessa é a de que, com esta nova “embalagem”, o refrigerante esteja “gelado até à última gota”. A ação de marketing da Coca-Cola tem chamado a atenção dos publicitários um pouco por todo o mundo e tem também feito sucesso junto dos clientes: nas praias colombianas, cerca de 265 garrafas geladas são vendidas de hora a hora, avança a companhia.
 
Para já, ainda não se sabe se a ideia poderá estender-se a outros países, onde iniciativas semelhantes têm sido bem-sucedidas: é o caso, por exemplo, das latas que podem ser partilhadas dividindo-se em duas ou das garrafas personalizadas com nomes de pessoas em diferentes línguas.
 

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub