Mundo

G20: Lula pede governação global “mais justa”

Uma ordem internacional "mais justa e equânime" é o que vai defender o presidente brasileiro Lula da Silva na reunião do G-20 que irá decorrer em Toronto, no Canadá, no próximo fim de semana.
Versão para impressão
[Lula da Silva irá reencontrar Obama entre outros líderes durante a reunião do G-20]

Uma ordem internacional “mais justa e equânime” é o que vai defender o presidente brasileiro Lula da Silva na reunião do G-20 que irá decorrer em Toronto, no Canadá, no próximo fim de semana.

Neste sentido, o presidente brasileiro defendeu, durante visita oficial do presidente José Eduardo dos Santos ao Brasil, que se deve apostar no desenvolvimento da África, Ásia e América Latina como ponto chave para eliminar desequilíbrios e proporcionar igualdade a todos.

” É preciso que o Banco Mundial e o Fundo Monetário (FMI) abandonem, de uma vez por todas, os seus dogmas obsoletos e condicionalidades absurdas. O maior desequilíbrio é o que separa países ricos e pobres. O desenvolvimento da África, Ásia e América Latina contribuirá diretamente para a promoção do crescimento global e para a diminuição desse nefasto e inaceitável desequilíbrio”, destacou Lula da Silva.

“É esta a mensagem que o Brasil levará para o G-20 em Toronto” no próximo fim de semana, rematou o presidente brasileiro.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório