Ciência

Fundação Gates financia investigação portuguesa

NULL
Versão para impressão

A Fundação Bill Gates & Melinda Gates vai financiar um projeto português liderado pelo investigador João Gonçalves e a sua equipa da Faculdade de Farmácia de Lisboa e do Instituto de Medicina Molecular (IMM) destinado a desenvolver nanopartículas que poderão conduzir a terapêuticas inovadoras no combate ao vírus da SIDA.

O projeto nacional intitulado “Nanotechnology against viral latency: Sensor strategies to eliminate HIV-1 infected cells” foi um 88 projetos escolhidos entre 2.500 que, a nível mundial, concorreram à referida bolsa no valor de 67 mil euros e uma duração prevista de 12 meses.

Segundo comunicado daquele Instituto, o objetivo do projeto desenvolvido por Joãp Gonçalves e pela sua equipa consiste em "desenhar nanopartículas capazes de reconhecer especificamente – e destruir – as células onde o vírus HIV-1 se encontra alojado (integrado no genoma)".

João Gonçalves frisou o seu “entusiasmo e orgulho” no momento em que tomou conhecimento de que tinha obtido o financiamento da Fundação Gates. O investigador sublinha que o financiamento vai permitir desenvolver “uma nova e original abordagem na luta contra a infeção por VIH/SIDA”.

João Gonçalves é o segundo investigador do IMM a receber o financiamento da Fundação Bill Gates & Melinda Gates após Miguel Prudêncio ter sido o escolhido em 2010.

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub