Ambiente

Fósseis de mocho extinto descobertos na Madeira

Uma equipa internacional de paleontólogos adiantou que os fósseis encontrados pertencem a uma espécie extinta de mocho até agora desconhecida.
Versão para impressão
Há 20 anos foram descobertos, na Madeira, os fósseis de uma pequena ave de rapina que nunca tinham sido estudados. Recentemente, uma equipa internacional de paleontólogos adiantou que estes fósseis pertencem a uma espécie extinta de mocho até agora desconhecida e que desapareceu com a chegada dos humanos à Ilha. 
 
“Trata-se de uma espécie com pernas longas e asas ligeiramente mais curtas do que as das outras espécies de coruja europeia continental, das quais deriva”, explicou Josep Antoni Alcover,  um dos autores do estudo e investigador do Instituto Mediterrânico de Estudos Avançados (IMEDEA) à agência espanhola SINC.
 
Os resultados da investigação foram publicados na revista Zootax e mostram que a Otus mauli – como foi batizada – pode ter sido uma espécie de hábitos terrestres e que a sua alimentação deve ter consistido em invertebrados e “ocasionalmente, lagartos e pássaros”. 
 
Segundo Josep Antoni Alcover, a extinção destas aves está, provavelmente, “relacionada com a chegada dos humanos e da fauna trazida por eles”, sendo que o seu desaparecimento terá sido parte do padrão de extinção de espécies insulares que se verificou em praticamente todas as ilhas do mundo.

Equipa também vai estudar ilhas dos Açores

 
Entretanto, foi documentada a existência da mesma espécie, ou de outra muito semelhante, nas dunas da ilha de Porto Santo, também parte integrante do arquipélago. Na opinião do investigador, a possibilidade de se tratar do mesmo animal é “muito interessante, mas difícil de avaliar, dado que os materiais encontrados são pobres e fragmentados”.
 
No entanto, os cientistas esperam descobrir futuramente, no arquipélago da Madeira, novas espécies de aves “que contarão mais sobre um mundo que desapareceu apenas há algumas centenas de anos”. 
 
De acordo com Alcover, os estudos vão estender-se também às ilhas dos Açores, “onde já há evidências sobre a existência de um mocho diferente do da Madeira e do da Europa, também extinto”.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório