Ciência

Físico português conquista Prémio da Gulbenkian

NULL
Versão para impressão

O físico português Nuno Peres – que trabalha em estreita colaboração com os Nobel da Física 2010 – foi o vencedor do Prémio Ciência da Fundação Calouste Gulbenkian.

O professor na Universidade do Minho está, desde 2004, a desenvolver uma investigação na área do grafeno, o sólido constituído por átomos de carbono.

Nesta investigação, Nuno Peres trabalha em cooperação com a Universidade de Manchester, através dos físicos Andre Geim e e Konstantin Novoselov, vencedores do prémio Nobel da Física em 2010.

Um dos trabalhos desenvolvidos pela equipa e publicado na revista científica Physical Review B, em 2006, foi na altura o assunto mais falado do mundo no ramo da Física do estado Sólido.

Mais tarde, uma outra colaboração do físico teórico foi também publicada na revista Science, em 2008. Por estas razões, Nuno Peres é presença assídua em diversos congressos internacionais, o que ajuda a realçar o nome de Portugal no mundo, relacionado com uma das áreas de maior interesse da humanidade.

O Prémio foi entregue a Nuno Peres no dia 20 de Julho, data que assinala a morte de Calouste Gulbenkian, ocorrida no ano de 1955. Para o júri da Fundação Gulbenkian, Nuno Peres é um dos mais reputados físicos teóricos do mundo.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório