Desporto Em Destaque

Final do Campeonato do Mundo de Motonáutica

A partir de amanhã, dia 7 de outubro, a Albufeira da Pala, em Baião, volta a ser palco de um dos mais emocionantes desportos de alta velocidade a nível mundial.
Versão para impressão
por redação

Os motores começam já a aquecer hoje, 6 de outubro, com a chegada das equipas a Baião. Depois das inspeções técnicas, o dia de sábado será preenchido com treinos livres, cronometrados, provas de qualificação e de eliminação. O nível de competição intensifica-se no domingo com as corridas de repescagens e as provas no quadro principal que vão determinar o vencedor do Grande Prémio Portugal F2.

A Suécia volta a ser o país com mais pilotos em prova, com Pierre Lundin decidido a voltar a fazer história. O britânico Owen Jelf, que ano passado arrecadou o segundo lugar, conta com mais dois colegas em prova, Matthew Palfreyman e Steve Hoult. Nelson Morin, da equipa francesa, é mais um grande nome a ter em conta, sem esquecer Rashed Al Qemzi que, ano passado, subiu ao terceiro lugar do pódio. Este é considerado um dos pilotos mais fortes graças à sua excelente posição na classificação mundial de motonáutica F2 e à sua muito bem organizada equipa, em representação dos Emiratos Árabes Unidos.

Duarte Benavente volta a ser o único português em prova. O piloto não competiu na última etapa em Baião devido a uma avaria técnica durante os treinos e prova de qualificação pelo que, este ano, ambiciona fazer um bom resultado para Portugal e subir no ranking da modalidade. “A minha participação na prova de ano passado não correu como esperava, por isso, estou muito motivado e focado em dar o meu melhor. Vai ser uma prova renhida mas estou confiante num bom resultado”, afirma Duarte Benavente, admitindo que competir em casa é sempre especial.

“Voltamos a trazer ao Norte esta prova de grande envergadura. Ainda está tudo por definir, mas com os melhores pilotos do mundo presentes, são vários candidatos ao pódio. Do leque de pilotos em prova, seis ainda têm condições de aspirar ao título e são doze os candidatos às três medalhas mais ambicionadas. No sábado, as provas de qualificação vão decidir quais os 18 pilotos que vão estar no pontão de largada para competir pela vitória no Grande Prémio de Portugal e, consequentemente, chegar aos lugares do pódio do Campeonato do Mundo. Contamos apenas com um piloto português em prova, mas falamos de um piloto com muita experiência e que vai, certamente, fazer tudo para alcançar um excelente resultado”, comenta Mário de Sousa, presidente Clube Náutico de Ribadouro e organizador do evento.

Este campeonato terá um grande impacto no município de Baião e no norte do país. Nestes dois dias são esperadas mais de 20 mil pessoas que, à semelhança do ano anterior, vão preencher as duas margens do Douro. Estes números são também bastante positivos para a restauração e hotelaria que já regista uma ocupação quase total, num raio de 40 km da Albufeira da Pala.

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório