Cultura

Filmes portugueses integram Festival de Veneza

A primeira longa-metragem de João Nicolau, "A Espada e a Rosa", e uma curta-metragem de Manoel de Oliveira foram os filmes nacionais selecionados para o Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre no mês de setembro, em Itália.
Versão para impressão
A primeira longa-metragem de João Nicolau, “A Espada e a Rosa”, e uma curta-metragem de Manoel de Oliveira foram os filmes nacionais selecionados para o Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre no mês de setembro, em Itália.

Co-produzido por Portugal e França, “A Espada e a Rosa” tem argumento de João Nicolau e de Mariana Ricardo e surge depois das premiadas curtas-metragens do realizador “Canção de Amor e Saúde” e “Rapace”.

Já a curta metragem “Painéis de São Vicente de Fora, Visão Poética” é um filme de 16 minutos que Manoel de Oliveira fez em 2009 sobre uma das obras primas da pintura portuguesa do século XVI e que está exposta no Museu Nacional de Arte Antiga.

O filme foi encomendado pela Fundação de Serralves, a propósito das comemorações dos vinte anos da estrutura cultural.

Ambos os filmes serão exibidos como parte integrante da programação da secção “Horizontes”, dedicada a novas visões do cinema internacional e cujo júri é constituído por Shirin Neshat, Raja Amari, Lav Diaz, Alexander Horwath e Pietro Marcello.

A 67ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza realizar-se-á de 1 a 11 de setembro.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório