Espetáculos e Exposições

FIAR XI: As artes voltam às ruas de Palmela

A 11ª edição do Festival Internacional de Artes de Rua realiza-se entre os dias 30 de julho e 1 de agosto, antecedida pela realização de um Curso de Formação em Circo Contemporâneo. O centro histórico de Palmela é, assim, reanimado por artistas locai
Versão para impressão
A 11ª edição do Festival Internacional de Artes de Rua realiza-se entre os dias 30 de julho e 1 de agosto, antecedida pela realização de um Curso de Formação em Circo Contemporâneo. O centro histórico de Palmela é, assim, reanimado por artistas locais, nacionais e internacionais.

“Circundar 2010”Formação em Circo Contemporâneo

Entre 28 e 30 de julho, o FIAR – Centro de Artes de Rua de Palmela, em parceria com o Departamento de Artes Cénicas da Universidade de Évora promovem o projecto “Circundar 2010” – Curso de Formação em Circo Contemporâneo.

Jean Daniel Fricker é o responsável pelo Módulo 1, dedicado à dança e ao malabarismo, e Branko Potocan terá a seu cargo o Módulo 2, sob os temas dança, teatro físico e corda vertical.

O resultado final do curso será apresentado ao público no dia 30, às 18 horas, no Cine-Teatro S. João, a anteceder a abertura oficial do FIAR XI, uma iniciativa inserida no Programa de Recuperação e Dinamização do Centro Histórico de Palmela. Mais informações e inscrições aqui.

A rua, fonte de inspiração

Reconhecendo que “a rua, como espaço público, já não é o que era”, já que a ação das redes sociais “reduziu a habitabilidade da rua, o seu imprevisto, o seu improviso, a sua química convivencial, o seu potencial de espontaneidade”, o FIAR XI incentiva à integração da comunidade na expressão artística do festival.

A celebração do “Pino do Verão”, no dia 30 de julho, às 22h00,  no miradouro do Castelo, é, por isso, um dos maiores atrativos do FIAR XI. Na encosta do Castelo, com vista para a serra da Arrábida, vão desfilar bandas filarmónicas, coros, associações locais, atores e cantores líricos, num evento que alia teatro, canto e música à poesia de Eugénio de Andrade.

“I”, de Jean Daniel Fricker (França), “Pedestrian Zone”, de Branko Potocan (Eslovénia), “Les Deux Fridas”, da Companhia Aïe Sandunga (Bélgica), “We Meet in Paradise”, do Theatre Fragile (Alemanha), “Melte”, de Rita Teodoro, e “Casa Abrigo”, dos Circolando, são outros dos principais espetáculos para descobrir nesta edição do Festival.

O cartaz FIAR integra espectáculos pagos e de entrada livre. O público poderá adquirir bilhetes individuais nas bilheteiras presentes em cada um dos locais dos espetáculos pagos (disponíveis duas horas antes do início da sessão) ou optar pelo bilhete único, no valor de 10 euros.

Saiba mais em www.fiarpalmela.com.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório