Cultura

Festa dos Tabuleiros concorre a património mundial

Uma das festividades mas conhecidas do concelho de Tomar, a Festa dos Tabuleiros, será proposta a Património Oral e Imaterial da Humanidade pela Câmara de Tomar.
Versão para impressão
Uma das festividades mas conhecidas do concelho de Tomar, a Festa dos Tabuleiros, será proposta a Património Oral e Imaterial da Humanidade pela Câmara de Tomar.

Esta candidatura, a ser apresentada pelo Governo Português e que terá de ser aprovada pelo Ministério da Cultura, passou a ser possível após a criação por parte da UNESCO da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural e Imaterial.

Segundo o presidente da edilidade, Fernando Sousa, em declarações à agência Lusa, “a Festa dos Tabuleiros é um acontecimento ímpar no mundo, no qual estão intrínsecas as nossas origens, as nossas crenças. Esta distinção, pela qual ansiamos, é a garantia de perpetuação de uma das mais importantes tradições tomarenses, que representa um hino não só do ponto de vista religioso, mas, também, de união da nossa comunidade”.

Estas festividades remontam ao Culto do Espírito Santo, instituído no século XIV, podendo ainda vislumbrar-se origens remotas das antigas festas das colheitas, quer pela profusão de flores, quer pela presença do pão e das espigas de trigo nos tabuleiros.

A festa, única no mundo, decorre de quatro em quatro anos, entre o final de junho e o início de julho. O evento atrai vários milhares de pessoas à cidade dos templários para assistir ao desfile dos tabuleiros levados à cabeça pelas mulheres provenientes das 16 freguesias do concelho.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório