Ciência

Fertilidade: Dois portugueses vencem prémio mundial

NULL
Versão para impressão
Henrique Almeida e João Luís Silva Carvalho foram distinguidos, no mês de julho, em Estocolmo, com o galardão “Grant For Fertility Innovation”, que atribui um milhão de euros a projetos inovadores sobre medicina da reprodução. Os portugueses são os responsáveis por um projeto que contribui com novos processos para aumentar taxas de reprodução em casais inférteis.

Os dois investigadores da Faculdade de Medicina do Porto e do Centro de Estudos e Tratamento da Infertilidade (CETI) foram distinguidos pelo projeto que desvenda novos mecanismos para aumentar taxas de reprodução em casais inférteis, de acordo o comunicado do prémio “Grant for Fertility Innovation”.

“Ter recebido este prémio é motivo de orgulho para nós e de prestígio para a Faculdade de Medicina do Porto, o CETI e o país. É uma distinção excecional”, referiu o professor João Luís Silva Carvalho, um dos galardoados, à agência Lusa.

Esta bolsa de um milhão de euros associada ao galardão “vai permitir ter os recursos necessários para continuar a desenvolver um projeto de investigação em que estamos muito empenhados e que, no futuro, pode trazer grandes benefícios para o tratamento de muitos casais inférteis”, acrescentou o professor à Lusa.

Melhorar qualidade das células reprodutoras femininas

O trabalho dos dois investigadores ajuda a melhorar a qualidade funcional das células reprodutoras femininas (ovócitos). Desta forma, é possível distinguir aquelas que podem dar origem a embriões de boa qualidade, ou seja, que proporcionem gravidezes.

Atualmente, os ovócitos são selecionados segundo critérios morfológicos, não tendo em conta a capacidade funcional e a qualidade das células, o que tem contribuído para as insatisfatórias taxas de êxito dos tratamentos de fertilidade.

O objetivo do “Grant For Fertility Innovation”, da farmacêutica Merck Serono, é de promover o avanço da ciência e investigação médica no campo da fertilidade. Este ano concorreram cerca de 55 projectos de investigação de 14 países de todo o mundo. Os projectos foram seleccionados por um comité científico especialista em fertilidade.

Clique AQUI para aceder ao site do “Grant for Fertilty Innovation”.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e Vitor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório