Saúde

Fármaco 100% português no mercado

Chega às farmácias portuguesas o antipilético Zebinix, desenvolvido pela Bial. Trata-se do primeiro medicamento de raíz e patente portuguesas e será comparticipado a 95 por cento, de acordo com o anúncio feito pelo Governo já há a
Versão para impressão
Chega às farmácias portuguesas o antipilético Zebinix, desenvolvido pela Bial. Trata-se do primeiro medicamento de raíz e patente portuguesas e será comparticipado a 95 por cento, de acordo com o anúncio feito pelo Governo já há algumas semanas.  

Os pensionistas com baixos rendimentos vão, no entanto, usufruir de uma comparticipação a 100 por cento, como também já tinha sido noticiado aqui

Para Luís Portela, presidente do grupo Bial, este lançamento “tem um significado especial, é um momento histórico para a Bial e também para a indústria farmacêutica nacional”, afirmou em comunicado.

O antipilético, que representa um investimento na ordem dos 300 milhões de euros, é indicado para o tratamento das crises parciais, o tipo mais comum de epilepsia, quando os doentes não as consigam controlar através da medicação e dos procedimentos já existentes. Segundo a Bial, a sua vantagem é a de ser um “fármaco de toma única diária”. 

O Zebinix estava já disponível para venda noutros mercados europeus, nomeadamente a Alemanha, Reino Unido, Dinamarca, Áustria, Noruega e Suécia. Prevê-se que, em 2011, o Zebinix seja comercializado nos restantes países europeus, bem como nos Estados Unidos e no Canadá.

[Notícia sugerida pela utilizadora Ana Ramalho]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório