Ambiente

Fábrica lusa transforma águas residuais em biogás

A PepsiCo/Matutano, no Carregado, acaba de anunciar que criou um projeto inovador na área da energia. A iniciativa vai permitir transformar a matéria orgânica das águas residuais industriais em biogás, o que reduzirá os custos para a unidade.
Versão para impressão
A PepsiCo/Matutano, no Carregado, acaba de anunciar que criou um projeto inovador na área da energia. A iniciativa vai permitir transformar a matéria orgânica das águas residuais industriais em biogás, o que reduzirá os custos para a unidade.

João Nobre da Costa, diretor ibérico para o Ambiente e Sustentabilidade, adiantou à Agência Lusa que “este é um projeto inovador nunca implementado em nenhuma fábrica do grupo”. As águas industriais do processo de fabrico vão ser canalizadas para a produção de biogás que, por sua vez, será introduzido nos queimadores do processo produtivo.

O investimento de um milhão de euros acabará por ter retorno. De acordo com João Nobre da Costa, no final do primeiro semestre, o procedimento terá reduzido 5% do consumo de gás natural e 50% do consumo de energia elétrica no tratamento aeróbico de águas residuais.

Além destas vantagens, o uso de biogás como fonte de energia pode garantir um tratamento mais eficaz das lamas, o que torna este projeto da fábrica do Carregado num caso de estudo europeu de eficiência energética.

Para que a transformação das águas residuais seja eficaz, é necessário, antes do tratamento aeróbico, um outro anaeróbico que agiliza o funcionamento do primeiro, permitindo uma poupança acrescida (75% no tratamento das lamas).

João Pontes, diretor de operações industriais para Portugal e Espanha, esclarece que depois da produção de biogás, as águas retomam o percurso habitual na ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais).

O projeto, ainda em fase de arranque, será, mais tarde, avaliado para ser exportado para outras fábricas do grupo em prol da sustentabilidade ambiental e, consequentemente, da rentabilidade do negócio.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório