Sociedade

Exportações de vinhos do Alentejo crescem 48%

As exportações de vinhos do Alentejo para o Brasil cresceram 48% no ano passado, um crescimento "significativo" conforme revelou a presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, Dora Simões.
Versão para impressão
As exportações de vinhos do Alentejo para o Brasil cresceram 48% no ano passado, um crescimento “significativo” conforme revelou a presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, Dora Simões.

A mesma responsável adiantou à Lusa que o Brasil configura-se, assim, como o segundo maior mercado importador de vinhos do Alentejo para onde foram exportados 2,1 milhões de litros em 2010, enquanto no ano anterior as vendas tinham atingido 1,4 milhões de litros.

“Estamos muito satisfeitos com este notável aumento de vendas num mercado competitivo como é o brasileiro e consideramos que este é o resultado prático de acções de divulgação e de um trabalho comercial intenso dos produtores de vinhos do Alentejo e dos importadores no Brasil”, afirmou Dora Simões.

Angola continua a ser o principal mercado importador de vinhos do Alentejo, para o qual foram vendidos 2,3 milhões de litros em 2010. EUA, Canadá e Suíça são outros dos principais mercados atuais para os produtores alentejanos.

O Alentejo abrange oito sub-regiões vitivinícolas: Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira, Moura, Évora e Granja/Amareleja.

[Notícia sugerida pelo utilizador Pedro Rui Costa]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub